Pesquisa personalizada
Mostre-me um exemplo Coloque a tag META após a tag e antes da tag Meu título conteúdo da página

quarta-feira, 9 de abril de 2008

AMAR O PRÓXIMO OU AMAR AO PRÓXIMO

Pela regência do verbo 'amar' ( transitivo direto) seria 'sem preposição'- amar o próximo.

Entretanto há casos em que podemos usar a preposição: quando o verbo exprime sentimento, quando poderá haver ambigüidade, etc.

Mas é usado em número restrito, o discurso religioso é um dos casos.

Observe esta frase:

Eu amo Deus.

E agora:

Eu amo a Deus.

Esta deixa o tom mais solene, mais respeitável, por isso o uso da preposição na frase.

Nesses casos, as duas formas são consideradas corretas. Mas é bom lembrar que o complemento do verbo ( Deus ou a Deus/ o próximo ou ao próximo) continua sendo objeto direto- quando usada a preposição, se chamará objeto direto preposicionado.

2 comentários:

Militão de Asevedo disse...

Prof.ª Della Coelho, gostei muito da sua maneira didática de ensinar Língua Portuguesa. Tem muito a ver com meu estilo, embora eu não seja professor, profissionalmente. Sua abordagem sobre a regência do verbo AMAR está absolutamente correta. Sobre Encontros Vocálicos, EXCELENTE! Parabéns!

Calíope Corcovia disse...

Obrigada, professora! Gostei da forma simples e direta de explicar xD

Sempre pesquiso coisinhas pequenas como essa (amar x amar a) para reduzir as gafes gramaticais nas postagens do meu blog :P

Boas festas! Abraço (:

 
Contador visitas
Motos